Me desculpem

Peço desculpas a todos que acompanham este blog, e a todos que aqui vêm a procura de uma palavra de paz. Fiquei algum tempo sem postar nada, mas vou procurar pelo menos postar uma mensagem de paz todo dia. Começando pela mensagem de Natal um pouco atrasada.


Muito obrigado a todos, e que os espíritos de luz iluminem todos os seus passos


Manoel Gonçalo (DJ Dejota)

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

19- AÇÃO DE GRAÇA

"Tomou o cálice e, tendo dado graças, o deu aos discípulos,
dizendo: Bebei dele todos". (MATEUS, 26:27).
No mundo, as festividades gratulatórias registram inv ariavelmente os triunfos
passageiros da experiência física.
Lautos banquetes comemoram reuniões da família consangüínea, músicas alegres
assinalam o término de contendas na justiça dos homens, nas quais, muitas vezes, há
vítimas ignoradas, soluçando na sombra.
Com JESUS, no entanto, vemos um ato de ação de graças que parec e estranho à
primeira vista.
O Mestre Divino ergue hosanas ao Pai, justamente na hora em que vai partir ao
encontro do sacrifício supremo.
Conhecerá desoladora solidão no Jardim das Oliveiras...
Padecerá injuriosa prisão...
Meditará na incompreensão de Judas...
Ver-se-á negado por Simão Pedro...
Experimentará o escárnio público...
Será preterido por Barrabás, o delinqüente infeliz...
Sorverá fel, sob a coroa de espinhos...
Recolherá o abandono e o insulto.
Sofrerá injustificável condenação...
E receberá a morte na cruz entre dois malfeitores...
Entretanto, agradece...
É que na lógica do senhor, acima de tudo, brilham os valores eternos do espírito.
O CRISTO louva o Todo-Misericordioso pela oportunidade de completar com
segurança o seu Divino Apostolado na Terra, rendendo graças pela confiança com que o
Pai o transforma em exemplo vivo para a redenção das criaturas humanas, embora essa
redenção lhe custe martírio e flagelação, suor e lágrimas.
Não te percas desse modo, em lances festivos sobre pretensas conquistas na carne
que a morte confundirá hoje ou amanhã, mas, no turbilhão da luta que santifica e
aperfeiçoa, saibamos agradecer os recursos com que Deus nos aprimora para a beleza
da luz e para a glória da vida.atenciosamente Centro Espírita Kardecista no Caminho da LuzRepasse aos seus familiares e amigos
Frequente o Seu Centro Espírita

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Oração de São Francisco


Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna.



domingo, 31 de maio de 2009

CONCEITO ESPÍRITA DE SOCIOLOGIA

Sinopse:


As convulsões políticas e sociais do momento histórico em que vivemos nos obrigam a separar nossa atenção dos problemas de índole psicológica para fixá-la nos de índole econômica e social, que também ocupam uma das fases de nossos estudos e exigem ser tratados à luz do Espiritismo.


"O egoísmo é a fonte de todos os vícios, como a caridade é a fonte de todas as virtudes. Destruir um e desenvolver o outro, tal deve ser o objetivo de todos os esforços do homem, se quer assegurar sua felicidade neste mundo, tanto quanto no futuro."
Allan Kardec
Baixe o livro

LIVRE-ARBÍTRIO E DETERMINISMO

Sinopse:

O que somos? Seres incapazes de auto determinação, arrastados pela fatalidade ou totalmente comandados por fatores externos? Seres completamente livres, donos absolutos do nosso destino? Ou criaturas humanas dotadas de livre-arbítrio e responsabilidade, segundo nosso grau de evolução espiritual,e subordinadas às leis naturais e ao meio social em que vivemos?


Diz Aizpúrua:


"Quando lemos e relemos, e cada vez mais desfrutamos os escritos desse grande espírito e espírita argentino, vamos percebendo-nos da urgente necessidade que têm as novas gerações de estudar e nutrir-se do pensamento porteiriano, que continua vivo e atual, 50 anos depois. Aliás, mais vivo que nunca, quando alguns setores espíritas procuram converter nosso ideário numa das tantas variantes religiosas-cristãs que existem no mundo ocidental. A caracterização do Espiritismo como Ciência, Filosofia, Moral e Sociologia, em que tanto insistiu Porteiro, com sobras de razão, há de servir como dique àquelas inconvenientes tendências".

"Os espíritos protetores nos ajudam com os seus conselhos, através da voz da consciência, que fazem falar em nosso íntimo - mas como nem sempre lhes damos a necessária importância, oferecem-nos outros mais diretos, servindo-se das pessoas que nos cercam."
Allan Kardec
Baixe o livro

ORIGEM DAS IDÉIAS MORAIS

Sinopse:

A moral espírita é uma moral de princípios; não é uma moral de circunstâncias que, como a estabelecida pela lei civil e pelos costumes sociais, se adapta ao meio e à estrutura econômica e política da sociedade; não é uma moral que beneficia os interesses de uns em detrimento dos interesses dos demais. Pelo contrário, tende a unir os interesses particulares em um só interesse geral, fazendo com que todos os homens sejam solidários na produção e no gozo da riqueza social, de acordo com suas forças, suas aptidões e de suas necessidades.

"Deus colocou no coração do homem a regra de toda a verdadeira justiça, pelo desejo de cada um de ver seus direitos respeitados."
Allan Kardec
Baixe o livro

ESPIRITISMO DIALÉTICO

Sinopse:
Está vivo o pensamento de Porteiro. Obra de potencial transformador, a de Manuel S. Porteiro, pensador espírita argentino, tem a direção de novos estágios para as relações humanas, na busca da redução das desigualdades e do progresso social. Eis a justificativa de apresentar-se ao público de língua portuguesa a obra-maior de Porteiro, traduzida do original castelhano Espiritismo Dialético , 2ª edição da Editorial Victor Hugo, de Buenos Aires, Argentina, publicada em 1960.


"É certo que, no bom sentido, a confiança nas próprias forças torna-nos capazes de realizar coisas materiais que não podemos fazer, quando duvidamos de nós mesmos."
Allan Kardec
Baixe o livro

O Tesouro dos Espíritas


Nesta obra, Miguel Vives resume toda a sua experiência de vida dedicada à divulgação do Espiritismo na Espanha, não só como trabalhador e dirigente espírita, mas especialmente na demonstração do exemplo de conduta espírita-cristã, pregando e adotando em sua própria vida os ensinamentos do Evangelho de Jesus.
Conforme as palavras de J. Herculano Pires, que assinou a Segunda Parte deste livro, o objetivo da obra é indicar aos espíritas várias maneiras de proceder nas circunstâncias da vida e em face dos múltiplos problemas da hora presente. É um guia prático, como o denominou Miguel Vives, com preciosas orientações sobre a conduta espírita, baseadas na experiência pessoal dos autores e na inspiração dos Benfeitores Espirituais que os assistiram na elaboração destas páginas.


“O Espiritismo é como aquela casa sem portas, que não tem recantos ocultos e que a todos recebe com a mesma hospitalidade.”
J. Herculano Pires
Baixe o livro

Biografia

MANUEL S. PORTEIRO
O GRANDE ESPÍRITA PORTENHO


O Site vem apresentar o Grande Articulista e Divulgador da Doutrina Espírita da América do Sul.
Nasceu em Avellaneda, província de Buenos Aires, em 25 de março de 1881 e desencarnou, ali mesmo, em 18 de fevereiro de 1936.
Em 1910 começou sua participações ativa no Movimento Espírita, vinculando-se desde esse momento à Confederação Espírita Argentina (CEA), na qual foi desempenhando diversos cargos, até chegar a ser seu presidente, no período de abril de 1934 a março de 1935.
Dirigiu durante vários anos seu órgão oficial, a revista La Idea, na qual escreveu numerosos editoriais e artigos sobre os mais variados temas, sempre sob a ótica espírita.
Nessa época, sob a segura direção de Porteiro, a CEA e La Idea constituíram a vanguarda progressista do Espiritismo na América e no mundo. A partir daí, Porteiro, e seu grupo de abnegados trabalhadores espíritas, como Hugo Lino Nale, Bernabé Morera, Ageo Culzoni, Luis Postiglioni e os jovens Santiago Bossero e Humberto Mariotti, escreviam com paixão, viajavam incessantemente por todo o país, dirigindo cursos de formação espírita e fomentavam as relações com o movimento espírita internacional.
O meridiano principal do mundo espírita progressista passava obrigatoriamente, naquela época, pela Argentina e Porteiro era seu referencial fundamental.


Eram essas as linhas básicas de seu pensamento e sobre elas girava todo o seu esforço:

1 - Sustentar a visão integral do Espiritismo como filosofia científica com profundas conseqüências morais e sociais.

2 - Rechaçar a definição do Espiritismo como religião ou como uma nova variante do cristianismo.

3 - Colocar a necessidade do estudo da Doutrina como base para criar a convicção espírita, começando com as obras de Kardec, como base pedagógica.

4 - Subordinar a mediunidade ao enfoque espírita para fazê-la racional, útil e orientadora; estimular a investigação experimental no campo dos fenômenos mediúnicos e paranormais.

5 - Enfrentar as superstições e sincretismos que se mimetizam ou disfarçam com os rótulos espíritas; relacionar o movimento espírita nacional e internacional com as lutas pela paz mundial, contra a discriminação de qualquer classe, com as campanhas alfabetizadoras e com todo o esforço que tenda à construção de uma sociedade mais justa, livre, igualitária e fraterna.

Esplêndidas diretrizes que, em si mesmas, representam autênticos programas para desenvolver um Espiritismo dinâmico, culto, livre, aberto, adogmático, racionalista, laico, universalista, fraterno, solidário e amoroso.

Em seus três livros publicados Espiritismo Dialético, Conceito Espírita da Sociologia e Origem das Idéias Morais, assim como em centenas de artigos que estão espalhados pela imprensa espírita de seu tempo, se encontram magistralmente desenvolvidas todas suas idéias que foram, são e continuarão sendo, potentes focos de luz que orientam a todo aquele que havendo conhecido os princípios cardeais do Espiritismo, deseja aprofundar-se em sua conseqüências morais e sociais e queira transitar, sem desvios, por seus autênticos caminhos.
Sem dúvida alguma, Porteiro está na galeria dos grandes do Espiritismo e muitos nos honra haver contribuído para resgatar sua memória e exaltar o imenso valor de sua contribuição à Doutrina que tanto amou e ao movimento a que tanto serviu.

Baixe a Biográfia

http://www.megaupload.com/?d=J69TGHGJ

Biografia

O APÓSTOLO DO ESPIRITISMO DA ESPANHA
Nascido na Espanha 1842 e ali desencarnado, na cidade de Tarrasa, no dia 23 de janeiro de 1906.
Miguel Vives foi o grande Apóstolo do Espiritismo na Espanha, e pelo povo de Tarrasa, foi chamado o Apóstolo da Boa Nova.
Miguel Vives foi um dos mais notáveis personalidades do Espiritismo na Espanha. Seu nome era global e da sua ação foi o mais notório.
Ele foi um exemplo vivo de altruísmo. Evangeliza através da palavra escrita e falada, através da galeria, livros e impressos. O seu trabalho assenta na força moral do exemplo e da experiência dos ideais espíritas e cristãos.
Fundador da Federação Espírita de Vallés, da qual surgiu a da Catalunha, fundou também o Centro Espírita Fraternidade Humana, de Tarrasa. Foi presidente do Centro Barcelonês de Estudos Psicológicos. E, como jornalista espírita, fundou a revista “União”, mais tarde incorporada à revista “Luz do Porvir”.
Sua esplendorosa mediunidade fez com que se desenvolvesse, em Tarrasa, verdadeira obra em favor dos necessitados do corpo e da alma, socorrendo os desajustados, os enfermos e os humildes.
A desencarnação de Miguel Vives no dia 28 de janeiro de 1906, na cidade de Tarrasa, província de Barcelona causou um profundo golpe à população dessa cidade.
As fábricas paralisaram suas atividades, o comércio cerrou suas portas à hora do sepultamento do seu corpo, a fim de permitir aos seus empregados o acompanhamento do esquife ao cemitério. Durante o trajeto, verdadeira muralha humana se formou ao longo das ruas e na necrópole, no propósito de atender aos pedidos de todos que desejavam vê-lo, o ataúde permaneceu aberto durante uma hora e aproximadamente 5.000 pessoas desfilaram diante dele.
Ele não era político, não cortejava a popularidade e, no entanto, graças ao seu exemplo de abnegação, recebeu uma das maiores consagrações públicas de sua terra, apesar de viver num país de profundas tradições católicas, onde homens e livros foram queimados no decorrer de muitos séculos.
Miguel Vives foi um notável Espírito. Ele era um homem que foi dignificado pela prática das boas obras e ao desempenho de uma verdadeira missão de tolerância e amor.
A Espanha foi um grande berço dos grandes Congressos Espíritas, tendo os espanhóis pioneiros nesse campo, só para citar o Congresso Internacional 1888, realizada em Barcelona. Antes da implantação da ditadura de Franco, a Espanha se destacou como pólo de Divulgação do Espiritismo, basta dizer que em 1873 já havia sido proposto no Parlamento Espanhol o ensino da Doutrina Espírita.
Miguel Vives profetizou antes do seu desencarne em 1906 as tormentas da terrível guerra civil de 1936-39 que se abateriam sobre a Espanha, aonde vários grupos de variadas vertentes políticas se digladiariam na arena da guerra com milhares de mortos.

"Confiemos nele, Juventude Espírita, e não desmaiemos no caminho!"
Miguel Vives
Quando da instauração do fascismo no país o fundamentalismo religioso tomou forma, o Espiritismo foi riscado do mapa, seus principais dirigentes sacrificados ou desaparecidos, várias sedes espíritas queimadas, mas as palavras e a imagem do profeta concitando a mocidade espírita, a preparar-se para enfrentá-las não se apagaram.
Pablo Picasso - Guernica
E a mocidade espírita da Espanha não fraquejou, mesmo sofrendo perseguições, fechamentos de jornais, e sendo discriminados perante a sociedade, continuaram a levar a chama da fraternidade e do amor.
Quando na década de 50 os médiuns brasileiros Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira ao passarem pelas cidades de Madri e Barcelona, testemunharam o calvário da Espanha espírita e viram com os seus próprios olhos, bibliotecas doutrinárias ocultas e a venda secreta de livros espíritas, pois em nada conseguiram matar o ardor espírita dos espanhóis durante décadas de perseguições e de intolerâncias religiosas.
Na década de 70 com a iminência morte de Franco e a queda do regime totalitário as forças reacionárias do país tentaram empossar um novo substituto para continuação da ditadura.
Grupos beligerantes que haviam perdido a guerra civil 1936-39 e o povo em geral pediam a liberdade e a democracia e uma imensa comoção pública tomou a Espanha.
Com a morte de Franco e a possível continuação do Franquismo, grupos extremistas de variadas matizes eliminaram o possível sucessor do ditador.
Uma nova época se abriu na Espanha, uma nova constituição com liberdades políticas, liberdades religiosas.
E os ecos da conclamação do grande Apóstolo do Espiritismo da Espanha ainda ecoam!!!
"Os Centros Espíritas devem ser a cátedra do Espírito de Verdade, porque a não ter o Espírito de luz a sua cátedra, teria sua influência o Espírito do erro e infelizes desses Espíritos que se acham sob a influência do Espírito das trevas, porque pouco, muito pouco se adiantam na senda do progresso”
Miguel Vives
Biobrafia completa
Baixe o Livro
"O Tesouro dos Espíritas"

NO RUMO DO AMANHÃ

"Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o
mundo e perder a sua alma ?" Jesus
(Marcos, 8:36.)

Lembra-te de viver, conquistando a glória eterna do Espírito.
Diariamente retiram-se da Terra criaturas cujo passo se imobiliza nos angustiosos
tormentos da frustração...
Estendem os braços para o ouro que amontoaram, contudo... ess e ouro apenas lhes
assegura o mausoléu em que se lhes guardam as cinzas.
Alongam a lembrança para o nome em que se ilustraram nos eventos humanos,
todavia... quase sempre a fulguração pessoal de que se v iram objeto apenas lhes acorda
o coração para a dor do arrependimento tardio.
Contemplam o campo de luta em que desenvolveram transitório domínio, mas... não
enxergam senão a poeira da desilusão que lhes soterra os sonhos mortos.
Sim, em verdade, passaram no mundo em carros de triunfo na política, na fortuna,
na ciência, na religião, no poder...
No entanto, incapazes do verdadeiro serviço aos semelhantes, enganaram tão
somente a si próprios, no culto ao egoísmo e ao orgulho, à intemperança e à vaidade que
lhes devastaram a vida.
E despertaram, além da morte, sem recolher-lhe a renovadora luz.
Recorda os que padecem na derrota de si mesmos, depois de se acreditarem
vencedores, dos que choram as horas perdidas, e procura, enquanto é hoje, enriquecer o
próprio espírito para o amanhã que te aguarda, porque, consoante o ensino do Senhor,
nada vale reter por fora o esplendor de todos os impérios do mundo, conservando a treva
por dentro do coração.

atenciosamente
Centro Espírita Kardecista no Caminho da Luz

Repasse aos seus familiares e amigos


Frequente o Seu Centro Espírita

sábado, 30 de maio de 2009

Allan Kardec- O Educador


Sinopse:

Allan Kardec o Educador é um dos mais belos documentários sobre a vida e a obra de Hippolyte Léon Denizard Rivail (1804-1869), mais conhecido como Allan Kardec. Veja imagens filmadas nos locais onde ele se instruiu e viveu: Lyon, Yverdon e Paris. E acompanhe os caminhos trilhados por um dos filósofos mais importantes da humanidade, que se tornou o principal estudioso das mensagens dos espíritos, tendo realizado a Codificação do Espiritismo. O filme traz ainda uma elucidativa entrevista com Dora Incontri, pesquisadora e Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Desfrute de momentos de sabedoria e beleza audiovisual, assistindo a este filme.
O filme está em RMVB, você precia ter o Real Player para poder assitir.
Baixe agora

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Minha Vida Na Outra Vida


Um grande filme que aborda de forma muito clara a reencarnação.

Sinopse
Pela primeira vez na história, um filme retrata, com fidelidade, lógica e respeito, a reencarnação, tema de interesse de milhões de pessoas em todo o mundo. Baseado em fatos reais relatos no livro autobiográfico de Jenny Cockell, Minha Vida na Outra Vida conta a história de Jenny, uma mulher do interior dos Estados Unidos, que tem visões, sonhos e lembranças de sua última encarnação, como Mary, uma mulher irlandesa que faleceu na década de 30. Intrigada, Jenny sai em busca de seus filhos da vida passada. Tem início uma jornada emocionante. Jenny é magistralmente interpretada pela renomada atriz Jane Seymour, de Em Algum Lugar do Passado. Só, que desta vez, não se trata de ficção, mas de realidade.

Baixe agora

O filme está em RMVB, você precia ter o Real Player para poder assitir.

http://www.megaupload.com/?d=O6RZZYU5

Baixe agora em 3gp, e assita no celular.

Minha Vida Na Outra Vida.3gp

Clique no link abaixo e assita ao filme on-line

http://video.google.com/videoplay?docid=8024879465072943702

segunda-feira, 18 de maio de 2009

FÉ E OBRAS

"A fé se não tiver obras, é morta em si mesma".
TIAGO 2:l7

Imaginemos o mundo transformado num templo vasto, respeitável sem dúvida, mas
plenamente superlotado de criaturas em perene adoração ao Céu.
Por dentro, a fé reinando sublime: Orações primorosas...
Disc ursos admiráveis... Louvores e cânticos...
Mas, por fora, o trabalho esquecido: Campos ao desamparo...
Enxadas ao abandono... Lareiras em cinza...
De que teria valido a exaltação exclusiva da fé, senão para estender a morte no mundo
que o SENHOR nos confiou para a glória da vida ?
Não te creias, desse modo, em comunhão com a Divina Majestade, simplesmente porque
te faças cuidadoso no culto externo da religião a que te afeiçoas.
Conhecimento nobre exige atividade nobre.
Elevação espiritual é também dever de servir ao Eterno Pai na pessoa dos semelhantes.
É por isso que fé e obras se completam no sistema de nossas relações com a vida
superior.
Prece e trabalho.
Santuário e oficina.
Cultura e caridade.
Ideal e realização.
Nesse sentido, Jesus é o nosso exemplo indiscutível.
Não se limitou o Senhor a simples glorificação de DEUS nos Paços Divinos, quanto à
edificação dos homens. Por amor infinitamente a Deus, na Sublime Tarefa que lhe foi
cometida, desceu à esfera dos homens e entregou-se à obra do Amor infatigável,
levantando-nos da sombra terrestre para a Luz Espiritual.

Atenciosamente

Centro Espírita Kardecista no Caminho da Luz

Frequente o Seu Centro Espírita

Evitando a tentação

EVITANDO A TENTAÇÃO
"Vigia i e orai para não entrardes em tentaço". JESUS
(MARCOS , 14:38.)


Vigiar não quer dizer apenas guardar. Significa também precaver-se e cuidar. E quem diz
cuidar, afirma igualmente trabalhar e defender-se.
Orar, a seu turno, não exprime somente adorar e aquietar-se, mas, acima de tudo,
comungar com o Poder Divino, que é crescimento incessante para a luz, e com o Divino
Amor, que é serviço infatigável no bem.
Tudo o que repousa em excesso é relegado pela Natureza à inutilidade.
O tesouro escondido transforma-se em cadeia de usura.
A água estagnada cria larvas de insetos patogênicos.
Não te admitas na atitude de vigilância e oração, fugindo à luta com que a Terra te
desafia.
Inteligência parada e mãos paradas impõem paralisia ao coração que, da inércia, cai na
cegueira.
Vibra com a vida que escoa, sublime, ao redor de ti, e trabalha infatigavelmente, dilatando
as fronteiras do bem, aprendendo e ajudando aos outros em teu próprio favor.
Essa é a mais alta fórmula de vigiar e orar para não cairmos em tentação.

Atenciosamente

Centro Espírita Kardecista no Caminho da Luz

Repasse aos seus familiares e amigos

Frequente o Seu Centro Espírita

sábado, 2 de maio de 2009

Biblia eletrônica



Baixe agora mesmo esta versão completa da Bíblia totalmente eletrônica.

Link

BIBLIA+ELETR.rar

sábado, 18 de abril de 2009

O QUE É A PSICOGRAFIA


Esta página sobre a Mediunidade de Psicografia tem como objetivo principal poder orientar as pessoas que possuem este tipo de mediunidade e que não sabem como se proceder ou os que já possuem as bases de entendimento e queiram se aprofundar melhor.
Seguindo a lógica para compreensão deste tema tão relevante estamos inserindo 2° links.
O Primeiro link um texto introdutório aonde se vai dar uma visão global sobre a questão da Mediunidade da Psicografia: Definição e origem - O valor da Psicografia - Quem pode ser médium psicógrafo? - Como começar - Texto de Allan Kardec.
O Segundo link é uma entrevista com um médium da classe semi-mecânico que nos traz as suas experiências e as suas vivências junto a mediunidade de psicografia e que vem acompanhado com as mensagens psicografadas que recebe do mundo espiritual.
Os Médiuns Psicógrafos podem ser: "Mecânicos", "Semi-mecânicos", "Intuitivos", "Inspirados".

- Os Médiuns Mecânicos: se caracterizam pelo fato de movimentar as mãos escrevendo sob a influência direta dos Espíritos, sem interferência da própria vontade. Agem como máquinas a transmitir do invisível para o mundo material. São raros. No Brasil, destaca-se o trabalho de Francisco Cândido Xavier, em Uberaba, MG.
- Os Médiuns Semi-Mecânicos: são aqueles que sentem a mão ser movimentada, mas ao mesmo tempo têm consciência do que escrevem. Os médiuns semi-mecânicos são os mais numerosos.
- Os Médiuns Intuitivos: recebem as mensagens dos Espíritos desencarnados por meio da sintonia psíquica direta entre sua mente e a do comunicante. Eles precisam compreender o pensamento sugerido, assimilá-lo, para depois transmiti-lo revestido com suas próprias idéias. São muito comuns.
- Os Médiuns Inspirados: é uma variante dos médiuns intuitivos com a diferença de que nos inspirados é muito mais difícil distinguirmos o pensamento do Espírito, daquele que é do médium.
Livro dos Médiuns
Cap. XV
Baixe os textos intodutórios
Baixe as mensagens

quinta-feira, 9 de abril de 2009

O Mistério do Ser ante a Dor e a Morte


Este é um estudo da problemática existencial à luz da Filosofia, da religião e da ciência. Kardec pesquisou os fenômenos paranormais e com um punhado de livros e uma revista embaixo do braço restabeleceu a verdade cristã estrangulada por rabinos e clérigos inquisidores.
Tomando como base a colossal obra de Léon Denis, O Problema do Ser, do Destino e da Dor, Herculano procura desenvolver mais amplamente as importantes questões da origem e destino do Ser, com base na realidade científica e filosófica atual.
*
"Certos pais, é verdade, descuidam de seus deveres, e não são para os filhos o que deviam ser. Mas é a Deus que compete puni-los, e não aos filhos."
Allan Kardec
Baixe agora

Obsessão - o Passe - a Doutrinação


A obsessão se caracteriza pela ação de entidades espirituais inferiores sobre o psiquismo humano.
Nesta obra José Herculano Pires fala sobre a obsessão e suas implicações. Descreve como funciona o processo obsessivo, suas conseqüências e como se precaver contra a sua ação maléfica.
Trata sobretudo de seu tratamento e da união da Psiquiatria e do Espiritismo na cura da mesma. Faz também um estudo do passe e da doutrinação: O passe, suas origens aplicações e efeitos. A doutrinação: sua psicologia, os recém-desencarnados, a tele-doutrinação.
*
"Toda pessoa que serve além do dever, encontrou o caminho para a verdadeira felicidade."
Allan Kardec
Baixe agora

O Verbo e a Carne


No presente volume, J. Herculano Pires faz uma minuciosa análise crítica da mistifidadora obra Os Quatro Evangelhos, de J. B. Roustaing. Essa obra, que foi denominada “A revelação da revelação” é um extenso e emaranhado conjunto de dissertações, algumas copiadas das obras de Kardec e outras propondo teorias estranhas sobre a personalidade de Jesus, além de outras afirmações duvidosas e contraditórias.
As teorias do Roustanguismo acabaram influenciando os próprios dirigentes da Federação Espírita Brasileira, em cujo estatuto foi determinado que para participar da diretoria dessa instituição era obrigatória a confissão de aceitação das teorias roustainguistas.
Herculano demonstra, enfim, a fragilidade do movimento espírita brasileiro, cujo excesso de religiosismo leva muitos adeptos à aceitação, sem uma análise racional, de todo tipo de “novidade” doutrinária.
*
"Com suas paixões, o homem criou para si suplícios voluntários, e a Terra torna-se para ele um verdadeiro inferno."
Allan Kardec
Baixe agora

Na Hora do Testemunho


Nesta obra Herculano denuncia um triste incidente ocorrido no meio espírita brasileiro, qual seja, a adulteração de uma das obras básicas da doutrina espírita, O Evangelho segundo o Espiritismo, levada a efeito pela Federação Espírita de São Paulo em julho de 1974.
Nessa edição adulterada, que vendeu cerca de 30.000 exemplares, o Departamento do Livro da FEESP pôs em prática aquilo que denominou “um plano de completa e total revisão de toda a Codificação Doutrinária de Allan Kardec” (como se houvesse, na atualidade, algum ser humano capaz de “revisar” ou “atualizar” as obras básicas da Codificação.
Nesse incidente tentaram envolver a figura de Chico Xavier, argumentando que este houvera autorizado ou aprovado as adulterações. Nesse ponto entra Herculano, fazendo uma minuciosa análise do incidente e posicionando-se em defesa tanto de Chico Xavier como da pureza doutrinária do Espiritismo.
*
"A felicidade dos Espíritos é sempre proporcional à sua elevação."
Allan Kardec
Baixe agora

Introdução à Filosofia Espírita


O Espiritismo codificado por Allan Kardec partiu da pesquisa científica da fenomenologia supranormal, originando-se desta a Ciência Espírita; desenvolveu a seguir a interpretação dos resultados da pesquisa, que resultou na Filosofia Espírita; tirou, depois, as conclusões morais da concepção filosófica, que levaram naturalmente à Religião Espírita. É por isso que o Espiritismo se apresenta como doutrina de tríplice aspecto. A Ciência Espírita é o fundamento da Doutrina. Sobre ela se ergue a Filosofia Espírita. E desta resulta naturalmente a Religião – ou a moral – Espírita.
Muitas pessoas se atrapalham com isso e perguntam: “Como uma doutrina pode ser, ao mesmo tempo, Ciência, Filosofia e Religião?” Mas essa pergunta revela a ignorância do processo gnosiológico – a teoria e o valor do conhecimento. Porque, na verdade, o conhecimento se desenvolveu nessa mesma seqüência e em todas as formas atuais de conhecimento repete-se o processo da história evolucionária das espécies.
Uma introdução ao estudo da Filosofia exige longa pesquisa de suas raízes nas coordenadas da evolução humana. Nesta obra, o autor propõe os primeiros passos para essa tarefa.
*
"Os obstáculos ao cumprimento da lei divina decorrem dos preconceitos sociais e não da lei civil."
Allan Kardec
Baixe agora

Visão Espírita da Bíblia


Para os espíritas, assim como para J.Herculano Pires, O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, constitui a seqüência natural da Bíblia. Não há contradição. Um integra-se no outro e a soma de ambos mostra a grandeza dos Céus e o crescimento interior dos homens!
Nesta obra Herculano demonstra a estreita relação entre as escrituras bíblicas e a terceira revelação – a doutrina espírita. Analisando diversas passagens da Bíblia, assim como as interpretações das diversas correntes religiosas, o autor demonstra, principalmente, que a Bíblia é essencialmente uma obra mediúnica.
*
"No intervalo das encarnações, aprendeis em uma hora o que vos exigiria anos sobre a vossa terra."
Allan Kardec
Baixe agora

Vampirismo


Vivendo no plano extrafísico, os vampiros agem sobre nós por indução mental e afetiva. Induzem-nos a fazer o que desejam e que não podem fazer por si mesmos. Quanto mais os obedecemos, mais submissos nos tornamos. Este livro nos mostra que a resistência ao "Vampiro" é um momento decisivo da nossa vida. Nesse momento é que se revela na prática o nosso livre-arbítrio, a nossa liberdade individual, a nossa capacidade de querer e fazer.
Herculano nos apresenta, ainda, o vampirismo com uma visão muito mais ampla, qual seja:
• dos seres parasitas, que se sustentam com as energias de outros seres;
• dos seres espirituais, que extraem as energias dos humanos para suas manifestações físicas;
•dos homens gananciosos, que sustentam suas riquezas com o sacrifício dos mais humildes;
• dos seres humanos que sugam as energias da natureza para saciar sua fome de conforto e prazer;
• das várias trocas naturais de energia material e espiritual entre todos os seres do Universo.
*
"O sábio, para ser feliz, olha abaixo de si e jamais acima, a não ser para elevar sua alma até o infinito."
Allan Kardec
Baixe agora


Os Três Caminhos de Hecate


José Herculano Pires manteve, durante muitos anos, no jornal “Diário de São Paulo”, órgão dos Diários e Emissoras Associados, uma coluna de crônicas espíritas, na qual abordava temas de interesse geral relacionados com a doutrina codificada por Allan Kardec. Assinava-as com o pseudônimo de Irmão Saulo.
Nesta obra estão reunidas algumas das mais interessantes crônicas do autor, publicadas no referido jornal.
Jornalista, filósofo, escritor e professor, Herculano Pires alcançou grande conceito dentro e fora do movimento espírita. Sua produção literária ultrapassa aos oitenta títulos; alguns deles constituem-se verdadeiras obras filosóficas.
Herculano dedicou a maior parte de sua existência em favor da Doutrina Espírita, seja buscando interpretá-la com fidelidade, seja defendendo-a dos ataques dos adversários.
*
"O sinal mais característico da imperfeição do homem, é o seu interesse pessoal."
Allan Kardec
Baixe agora

Parapsicologia Hoje e Amanhã


O Grande Espírita Herculano Pires escreveu uma grande obra que trata da questão do Espiritismo e da Parapsicologia que se chama "A Parapsicologia Hoje a Amanhã"
Atualmente os Padres Quevedos da Vida ou Padres Mágicos em seus estudos ideológicos no sentido de combaterem a Doutrina Espírita usam alguns fragmentos da Parapsicologia para tentar mostrar que nada existe de intercambio espiritual e todos os fenômenos mediúnicos são anímicos ou seja são da própria pessoa.
A Parapsicologia foi uma Ciência relegada a Padres Católicos, aonde todo o Fenômeno Espírita é Anímico, mais quando Estátuas Católicas choram ai o fenômeno é verdadeiro, o resto e tudo falso!!!
Este livro tenta buscar um liame entre o Espiritismo e a Parapsicologia que antes de se confrontarem e necessário ver que uma Ciência interdepende da Outra.
*
"Pelo Espiritismo a humanidade deve entrar em uma nova fase, a do progresso moral, que é a sua conseqüência inevitável."
(Allan Kardec)
Baixe agora

O Sentido da Vida


Somente a concepção espírita, aliás comprovada pela observação, que nos fala da imortalidade pessoal, oferece ao homem a visão real do seu destino, e mais do que isso, da sua responsabilidade em face da vida e do mundo.
Neste título o autor considera o poder moralizador do espiritismo, assinala todas as lições da vida, pelas conseqüências do bem e do mal que torna palpável. A força moral, a coragem, as consolações que ele dá nas aflições, por uma inalterável confiança no porvir, pelo pensamento de ter cada um junto de si os seres a quem amou, a certeza de os rever, a possibilidade de confabular com eles, a certeza, enfim de que tudo quanto se fez, até a última hora da vida, não fica perdido.
*
"A lei natural traça ao homem o limite de suas necessidades, e quando ela a ultrapassa, é punido pelo sofrimento."
Allan Kardec
Baixe agora

O Reino


O que é o Reino? A resposta que este livro nos dá é desnorteante para os que pensam no Reino à maneira antiga. J. Herculano Pires usa uma linguagem poética para enfrentar problemas filosóficos, sociológicos, políticos, éticos, religiosos e antropológicos decorrentes de uma tese evangélica.
Tanto se tem falado e escrito do Reino em termos exclusivamente religiosos, de um religiosismo fanático, impregnado de superstições, que muita gente há de torcer o nariz diante deste livro.
Depois de analisar todas as formas de interpretação do Reino, ao longo da história da humanidade, Herculano nos mostra que o Reino de Deus – como nas palavras de Jesus – está dentro de nós, na aspiração divina da justiça e do amor, que é o próprio reflexo de Deus na consciência humana.
*
"O apego às coisa materiais é um sinal notório de inferioridade, porque quanto mais o homem se prende aos bens do mundo, menos compreende sua destinação."
Allan Kardec
Baixe agora

O Mistério do Bem e do Mal


José Herculano Pires manteve, durante muitos anos, no jornal “Diário de São Paulo”, órgão dos Diários e Emissoras Associados, uma coluna de crônicas espíritas, na qual abordava temas de interesse geral relacionados com a doutrina codificada por Allan Kardec. Assinava-as com o pseudônimo de Irmão Saulo.
Nesta obra estão reunidas algumas das mais interessantes crônicas do autor, publicadas no referido jornal.
Jornalista, filósofo, escritor e professor, Herculano Pires alcançou grande conceito dentro e fora do movimento espírita. Sua produção literária ultrapassa aos oitenta títulos; alguns deles constituem-se verdadeiras obras filosóficas.
Herculano dedicou a maior parte de sua existência em favor da Doutrina Espírita, seja buscando interpretá-la com fidelidade, seja defendendo-a dos ataques dos adversários.
*
"A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros."
Allan Kardec
Baixe agora

O Menino e o Anjo


Uma novela feita de sonho e realidade, para adolescentes e adultos. O autor conta as aventuras de Luizinho e Noir, dois garotos de pequena cidade do interior paulista que se defrontam com um Anjo, ser espiritual que depois das primeiras peripécias e sobressaltos passa a lhes fornecer informações cheias de sabedoria, a respeito das relações entre a vida material e a espiritual.
*
"Depende do homem amenizar seus males e ser tão feliz quanto se pode ser sobre a Terra."
Allan Kardec
Baixe agora

O Infinito e o Finito


José Herculano Pires manteve, durante muitos anos, no jornal “Diário de São Paulo”, órgão dos Diários e Emissoras Associados, uma coluna de crônicas espíritas, na qual abordava temas de interesse geral relacionados com a doutrina codificada por Allan Kardec. Assinava-as com o pseudônimo de Irmão Saulo.
Nesta obra estão reunidas algumas das mais interessantes crônicas do autor, publicadas no referido jornal.
Jornalista, filósofo, escritor e professor, Herculano Pires alcançou grande conceito dentro e fora do movimento espírita. Sua produção literária ultrapassa aos oitenta títulos; alguns deles constituem-se verdadeiras obras filosóficas.
Herculano dedicou a maior parte de sua existência em favor da Doutrina Espírita, seja buscando interpretá-la com fidelidade, seja defendendo-a dos ataques dos adversários.
*
"O homem é um Deus para os animais, como outrora os Espíritos foram deuses para os homens."
Allan Kardec
Baixe agora

O Homem Novo


José Herculano Pires manteve, durante muitos anos, no jornal “Diário de São Paulo”, órgão dos Diários e Emissoras Associados, uma coluna de crônicas espíritas, na qual abordava temas de interesse geral relacionados com a doutrina codificada por Allan Kardec. Assinava-as com o pseudônimo de Irmão Saulo.
Nesta obra estão reunidas 39 das mais interessantes crônicas do autor, publicadas entre os anos 1969/1970.
Jornalista, filósofo, escritor e professor, Herculano Pires alcançou grande conceito dentro e fora do movimento espírita. Sua produção literária ultrapassa aos oitenta títulos; alguns deles constituem-se verdadeiras obras filosóficas.
Herculano dedicou a maior parte de sua existência em favor da Doutrina Espírita, seja buscando interpretá-la com fidelidade, seja defendendo-a dos ataques dos adversários.
*
"Todo o sentimento que eleva o homem acima da natureza animal, anuncia a predominância do Espírito sobre a matéria e o aproxima da perfeição."
Allan Kardec
Baixe agora

O Espírito e o Tempo


Este livro é o produto de um Curso de Introdução Antropológica ao Espiritismo, ministrado por J. Herculano Pires na União das Mocidades Espíritas do Estado de São Paulo, nos anos 60.
Analisa a fase pré-histórica e histórica da criação, aborda o tríplice aspecto da Doutrina Espírita e a prática mediúnica.
Eleito o 7º melhor livro espírita do Século XX. É uma obra-prima, destinada principalmente àqueles que desejam se aprofundar no estudo da filosofia espírita.
*
"A verdadeira pureza não está apenas nos atos, mas também no pensamento, pois aquele que tem o coração puro nem sequer pensa no mal."
Allan Kardec
Baixe agora

No Limiar do Amanhã


José Herculano Pires, “o metro que melhor mediu Kardec”, como bem definiu Emmanuel, apresentou na Rádio Mulher de São Paulo o programa No Limiar do Amanhã, constituído por aulas de Doutrina Espírita.
Algumas dessas aulas são apresentadas neste livro. Assuntos os mais diversos, como: “Os Espíritos e os micróbios”, “Xifópagos”, “Morte por assassinato”, “O médium Arigó”, “Magia, exorcismo e obsessão”, “O apocalipse”, “A transição da Terra”.
São valiosas lições de Espiritismo, em linguagem simples, clara e objetiva, que certamente enriquecerão os conhecimentos dos leitores sobre os mais diversos assuntos relativos à doutrina.
*
"O homem é assim o árbitro constante de sua própria sorte. Ele pode aliviar o seu suplício ou prolongá-lo indefinidamente. Sua felicidade ou sua desgraça dependem da sua vontade de fazer o bem."
Allan Kardec
Baixe agora

Mediunidade


Este livro é uma exposição dos problemas mediúnicos, baseada na experiência pessoal de Herculano Pires como trabalhador e dirigente espírita durante longos anos, orientando-se nos seus meandros pela bússola de Kardec, a única realmente válida e aprovada pelo Espírito da Verdade, que simboliza a Sabedoria Espiritual junto à Sabedoria Humana.
Nesta obra o autor estuda todos os tipos de mediunidade, inclusive a mediunidade zoológica. Trata também dos problemas da desobsessão e do vampirismo.
*
"Toda a paixão que aproxima o homem da natureza animal, o distância da natureza espiritual."
Allan Kardec
Baixe agora

Evolução Espiritual do Homem


Herculano Pires demonstra, neste livro, como a Doutrina Espírita entende a evolução espiritual do homem, analisando: o ser na existência; tentativa de fuga para o espaço sideral; importância das manifestações mediúnicas; pureza e impureza e outros aspectos.
Faz um estudo da evolução espiritual do ser humano, desde a Antigüidade, passando pelo Cristianismo primitivo até os tempos modernos, com o advento da Doutrina Espírita.
Por fim, Herculano dirige um alerta aos adeptos da doutrina sobre o comportamento moral dos espíritas, diante da grande responsabilidade destes em relação às atividades nos centros espíritas e à divulgação do Espiritismo.
*
"Aquele que sabe limitar seus desejos e vê sem inveja o que está acima de si, poupa-se a muitas decepções desta vida."
Allan Kardec
Baixe agora

Educação para a Morte


Para os materialistas, o título “Educação para a Morte” significa “Educação para o Nada”. Para aquele, no entanto, que entrevê a imortalidade da alma, esse título torna-se grandioso, pois ele compreende que a morte nada mais é do que o término de uma experiência material e o retorno à vida livre do Espírito.
Nesta obra Herculano nos mostra que o ser humano deve ser educado, não só para esta vida atual, mas também preparando-se, através do aperfeiçoamento intelectual e moral, para as próximas existências, alternando-se no mundo espiritual e no mundo material, dentro do longo processo de evolução a que estão vinculados todos os seres do universo.
*
"A cada nova existência, o homem tem mais inteligência e pode melhor distinguir o bem e o mal."
Allan Kardec
Baixe agora

Curso Dinâmico de Espiritismo


Como o próprio Herculano mostra, logo adiante, muitas pessoas falam do Espiritismo, mas poucos o conhecem adequadamente. Somente aqueles que estudam metódica e profundamente a doutrina podem conhecer o seu verdadeiro significado e objetivo.
Este livro tem a finalidade de eliminar as distorções criadas na mente de grande parte dos que se dedicam ou se interessam pela doutrina espírita. Nele Herculano procura desfazer boatos, eliminar equívocos, além de trazer uma visão séria e coerente desta doutrina que se engrandece a cada dia, proporcionando crescimento espiritual.
*
"Na ausência dos fatos, a dúvida se justifica no homem ponderado."
Allan Kardec
Baixe agora

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Concepção Existencial de Deus


Nesta obra, Herculano tenta, ousadamente, fazer uma definição do Ser Onipotente, criador e sustentador do Universo.
Em princípio, essa é uma pretensão descabida, visto que somos apenas criaturas ínfimas, praticamente no início do processo de evolução espiritual.
Mas a obra nos demonstra que, dentro de nossas possibilidades humanas, conhecendo a grandeza da criação, nós poderemos ter uma minúscula idéia da grandeza do Criador.
Ademais, o ser espiritual é um átomo da essência de Deus, que tem o objetivo de evoluir até Ele, através das milhares de alternâncias entre a vida material e a espiritual. Não seria, então, o mais agradável de todos os desafios conhecer uma face, a mais minúscula que fosse, da essência dAquele que é a Causa de nossa existência?
*
"Possuímos em nós mesmos, pelo pensamento e a vontade, um poder de ação que se estende muito além dos limites de nossa esfera corpórea."
Allan kardec
Baixe agora

Ciência Espírita


Nesta obra Herculano analisa os principais aspectos da Ciência Espírita e suas implicações terapêuticas. O autor demonstra que a metodologia científica varia com o tempo, mas a ciência em si mesma é imutável; seu objetivo é um só: o conhecimento exato da realidade.
Temas estudados: o desenvolvimento da Ciência em geral e o da Ciência Espírita, princípios da terapêutica espírita, natureza moral da terapia espírita, tratamentos de vícios e perversões, motivos de dificuldades nas curas, interpretações errôneas da homossexualidade, psiquiatria espírita, negros e índios terapeutas, os perigos das religiões primitivas e a situação perigosa dos médiuns de cura.
*
"Não se aflija por antecipação, porquanto que a vida resolva o seu problema, ainda hoje, sem qualquer esforço de sua parte."
Allan Kardec
Baixe agora

Agonia das Religiões


As religiões são seres sociais que nascem, crescem e morrem. São corporificações dos anseios de transcendência inatos no homem. Por que motivo podemos afirmar que as religiões do nosso tempo estão agonizando? O que virá depois delas? Este livro responde a essas indagações através de penetrante estudo do desenvolvimento e decadência das religiões contemporâneas.
Nesta obra Herculano demonstra que a decadência das religiões iniciou-se no fim da Idade Média. Com o Renascimento, houve a explosão cultural e científica iniciada na Europa, e as religiões simplesmente se negaram a acompanhar essa evolução, mantendo-se na insistência de impor a fé cega ao ser humano.
As instituições religiosas não conseguem mais acompanhar a nova necessidade do ser contemporâneo, que deseja saber o porquê de todas as coisas, principalmente da sua própria existência e do seu objetivo final, que é a evolução infinita, em todos os ângulos – científico, filosófico e moral.
*
"Nascer, Morrer, Renascer ainda e Progredir sem cessar, tal é a Lei."
Allan Kardec
Baixe agora

A Pedra e o Joio


Nesta obra Herculano demonstra a sua grande preocupação com as distorções que ocorrem no meio espírita em relação à pureza doutrinária da codificação kardequiana.
A vaidade e a ambição levam muita gente a dar passos mais largos do que as pernas permitem. É o que hoje vemos, de maneira assustadora, em nosso meio espírita. Os casos de fascinação multiplicam-se ao nosso redor. Pessoas que podiam ser úteis se transformam em focos de confusão e perturbação, entravando a marcha do Espiritismo com a sustentação de teorias absurdas que levam a doutrina ao ridículo.
Este pequeno livro traz ensinamentos indispensáveis aos que desejam evitar confusões na compreensão do que é o Espiritismo.
*
"Não se pode ter, guia mais seguro, do que tomando como medida do que se deve fazer aos outros, o que se deseja para si mesmo."
Allan Kardec
Baixe agora

Pesquisa sobre o Amor


“Pesquisa sobre o Amor” é uma síntese da visão humanística e filosófica de Herculano sobre a sociedade, e em especial o relacionamento afetivo entre o homem e a mulher.
No livro, Herculano demonstra que a sexualidade é a concretização do poder criador do homem e da mulher, na conjugação afetiva dos elementos biológicos, sob a regência do Amor. E acrescenta: “O sexo é o instrumento dessa realização genética que exige do casal humano a doação total dos poderes espirituais e corporais nele concentrados, no ato da criação”.
Com sua visão de filósofo espírita, o autor penetra em terreno de extrema atualidade para decifrar a paixão, a atração sexual, os seus equívocos e construções, a solidão, o romantismo, a juventude e a velhice. Por fim, Herculano demonstra que para conhecermos o amor divino devemos partir do amor humano, pois este último está ao alcance da nossa percepção.
*
"Só é inabalável a fé que pode enfrentar a razão face a face, em todas as épocas da Humanidade."
Allan Kardec
Baixe agora

Revisão do Cristianismo


Nesta obra Herculano nos oferece uma visão histórica do fenômeno cristão e de suas dimensões espirituais, com base nas pesquisas universitárias de suas origens e do seu desenvolvimento na era mitológica.
É um livro de estudo e não de polêmica. Propõe a revisão total do cristianismo atual como exigência irrevogável da Era cósmica em que estamos entrando.
Além disso, o autor procura reintegrar a figura de Jesus de Nazaré na sua verdadeira condição humana, demonstrando que ele era um homem real e não representa um agregado de mitos e símbolos, que figura na linha dos profetas de Israel. Esclarece, ainda, que Jesus não previu nem desejou a Igreja Cristã, que ele não foi um fundador de religião, nem mesmo um reformador religioso.
*
"Os males deste mundo estão em razão das necessidades fictícias que criais para vós mesmos."
Allan Kardec
Baixe agora

Pedagogia Espírita


Seguindo os passos de Kardec, que chama a atenção para a necessidade de educarmos na compreensão das potencialidades do indivíduo e no respeito ao seu modo de ser, Herculano demonstra que a educação da criança e do jovem deve levar em consideração o respeito às necessidades, aptidões e desejos do educando. A possibilidade de ser feliz depende do respeito à personalidade de cada indivíduo, educado à luz dos ensinamentos do Mestre Jesus.
Mostra o autor a necessidade e possibilidade do auxílio aos educandos na utilização dos vínculos de amor tecidos através dos séculos, utilizando a estimulação da Doutrina Espírita.
A educação tradicional, fruto de uma sociedade “baseada no lucro”, não consegue promover a transcendência, o domínio das paixões, a superação da animalidade, a incapacidade de ser feliz e auxiliar o outro a conseguir a felicidade.
A Educação Espírita visa o desenvolvimento pleno do indivíduo, considerando-o um ser imortal e cósmico. Ressuscitando os ensinamentos de irmãos mais maduros espiritualmente, e os exemplos de Jesus, possibilita compreender o educando como “centelha divina, inteligência do Universo”, como lembra O Livro dos Espíritos, “deuses e luzes”, segundo Jesus.
*
"Os homens semeiam na terra o que colherão na vida espiritual: os frutos da sua coragem ou da sua fraqueza."
Allan Kardec
Baixe agora

Os Sonhos de Liberdade


Nesta obra Herculano Pires demonstra que para que a humanidade atinja a verdadeira liberdade, no sentido espiritual, ético, moral, é necessária a reformulação social e cultural do mundo.
Para se atingir esse objetivo, torna-se condição básica uma pedagogia estética que veja na educação o sentido profundo do ato de amor aos que nos rodeiam e educando-se o ser humano não como um indivíduo que nasce e morre em algumas décadas, mas como um Espírito imortal, cujo objetivo é buscar eternamente a perfeição.
A propósito, um método educacional para se atingir esse objetivo é proposto pelo próprio Herculano, em sua bela obra Pedagogia Espírita.
Só com o desenvolvimento da fraternidade e da solidariedade universal, que liberta o homem da arrogância, da brutalidade e do egoísmo, poderemos estabelecer na Terra uma civilização de justiça e harmonia, condizente com as aspirações mais profundas e generalizadas da espécie humana.
*
"A justiça consiste no respeito aos direitos de cada um."
Allan Kardec
Baixe agora

O CENTRO ESPÍRITA


Nesta obra Herculano utiliza toda a sua experiência como dirigente espírita para transmitir ao leitor preciosas orientações sobre a organização do Centro Espírita, quais atividades devem ser desenvolvidas numa casa espírita e como devem ser conduzidas essas atividades.
Livro importantíssimo para quem reflete sobre os rumos do Espiritismo no Brasil, notadamente sobre as atitudes dos que querem emparelhá-lo com religiões decadentes e superadas.
O autor analisa, em linhas gerais, a função, significação e os serviços do Centro, a comunidade, as raízes africanas, Deus, as almas frágeis, a disciplina, os problemas religiosos, as curas, etc.
*
"A esperança e a caridade são uma conseqüência da fé."
Allan Kardec
Baixe agora

Biografia de - Herculano Pires


HERCULANO PIRES
O JORNALISTA
José Herculano Pires, nasceu na cidade de Avaré, no Estado de São Paulo a 25/09/1914, e desencarnou nesta capital em 09/03/1979.
Autor de 81 livros de Filosofia, Ensaios, Histórias, Psicologia, Pedagogia, Parapsicologia, Romances e Espiritismo, vários em parceria com Chico Xavier, sendo a maioria inteiramente dedicada ao estudo e divulgação da Doutrina Espírita.
Destacou-se como um dos mais ativos e consistentes continuadores do Espiritismo no Brasil, traduzindo Os Escritos de Allan Kardec e escrevendo tanto estudos filosóficos quanto obras literárias inspirados na Doutrina Espírita.
A maior característica do conjunto de suas obras é a luta por demonstrar a consistência do pensamento Espírita e por defender a valorização dos aspectos crítico e investigativo da proposta sistematizada por Allan Kardec.
Em seus ensaios nota-se a preocupação em combater interpretações e traduções deturpadas das obras de Allan Kardec, inclusive aquelas que surgiram no seio do Movimento Espírita Brasileiro ao longo do século XX.

*
"O Espiritismo é uma doutrina de bom senso, de equilíbrio, de esclarecimento positivo dos problemas espirituais, e não de hipóteses sem base ou de suposições imaginosas."
(Herculano Pires)
Baixe agora a biografia

Recordações da Mediunidade



RECORDAÇÕES DA MEDIUNIDADE

YVONNE DO AMARAL PEREIRA

DITADO PELO ESPÍRITO ADOLFO BEZERRA DE MENEZES


Baixe agora


Dramas da Obessão


DRAMAS DA OBSESSÃO

YVONE DO AMARAL PEREIRA

DITADO PELO ESPÍRITO ADOLFO BEZERRA DE MENEZES
Baixe agora

BEZERRA, CHICO E VOCÊ



BEZERRA, CHICO E VOCÊ.
BEZERRA DE MENEZES.
PSICOGRAFIA: FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER.
Baixe agora

BIOGRAFIA - Bezerra de Menezes - O médico dos pobres


O Site vem agora trazer a Grande Figura Luminar do Espiritismo no Brasil.... Bezerra de Menezes.

Comentário:

Quando se pergunta quem foi Bezerra de Menezes e a grande contribuição que trouxe para o Espiritismo e difícil responder... Na estruturação pedagógica do Espiritismo no Brasil... Ou na Figura do Médico.... Ou na figura daquela pessoa que o único objetivo era levar a paz e a fraternidade por onde passava, aonde a mensagem do Nazareno da Galiléia do amor ao próximo que lhe conduzia os passos...

O Doutor Bezerra de Menezes foi em vida aquela pessoa que se dedicou o amor ao próximo, auxiliando materialmente e espiritualmente aos necessitados que procuravam a vossa ajuda.

Após o seu desencarne o Espírito de Bezerra de Menezes continua a sua missão evangelizadora no mundo espiritual, conduzindo para Senda do Nazareno da Galiléia, os espíritos aviltados no mal ou espíritos desviados do bem, que fogem de suas próprias criações mentais de sofrimento e dores morais em abismos espirituais.

Por isto, queridos amigos este grande Príncipe da Paz que conquistou a todo o Mundo Espírita no Brasil, através dos seus exemplos pelo bem do próximo e que vem contagiando aos corações de milhares de espíritas, o Site vem prestar uma singela homenagem!!!


Natural da província do Ceará, nasce no Riacho do Sangue, em 29 de agosto de 1831. Filho do capitão de antigas milícias e tenente-coronel da Guarda Nacional, Antonio Bezerra de Menezes, e de Fabiana de Jesus Maria Cavalcanti de Albuquerque. Veio para o Rio de Janeiro, em 1851, com vinte anos de idade, após desastre financeiro sofrido por seu pai, tendo o bolso vazio, mas ardente em desejo de se formar em medicina.

Bezerra de Menezes se formando em medicina se intensificava suas tarefas como médico humanista, efetivando notável trabalho de socorro a enfermos indigentes, a pessoas que não tinham recursos para se tratar. Também merece citação o conceito da profissão de médico, contida no livro Lindos Casos de Bezerra de Menezes (Ramiro Gama):

"O médico verdadeiro é isto: não tem o direito de acabar a refeição, de escolher a hora, de inquirir se é longe ou perto... O que não acode por estar com visitas, por ter trabalhado e achar-se fatigado ou por ser alta à noite, mau o caminho e o tempo, ficar perto ou longe do morro; o que sobretudo pede um carro a quem não tem com que pagar a receita, ou diz a quem lhe chora à porta que procure outro - esse não é médico, é negociante da medicina, que trabalha para recolher capital e juros dos gastos da formatura."

Por tudo isso, Bezerra de Menezes se tornou conhecido como "Médico dos Pobres".

Ingressando na política começando em 1860 como vereador, chegando em 1867 a deputado; em 1878 a líder do Partido Liberal e, por último, de 1878 a 1880, a presidente da Câmara Municipal.

Afastou-se da política. Recebe do amigo, professor Joaquim Carlos Travassos, primeiro tradutor de O Livro dos Espíritos, um exemplar da obra, que despertou grande interesse confessando: "Não encontrei nada que fosse estranho para o meu espírito. Entretanto, tudo aquilo era novo para mim!..."

Em 16 de agosto de 1886 declara, publicamente, a sua adesão ao Espiritismo e se filia à Federação Espírita Brasileira. Pouco tempo depois, objetivando propiciar divulgação à Doutrina e, ainda, para não deixar sem resposta os constantes ataques ao Espiritismo, passou a escrever artigos no jornal O País, utilizando o pseudônimo de Max. Foram eles publicados de setembro de 1887 a dezembro de 1894, reunidos em três volumes e editados sob o título de "Estudos Filosóficos."

Em 1895, eclodiu séria crise na Federação Espírita Brasileira, entre "os científicos" e os "místicos", tendo sido Bezerra de Menezes convocado para o trabalho missionário de harmonização, dispondo de ampla liberdade para introduzir profunda reformulação no Espiritismo brasileiro, de modo a enquadrá-lo como o verdadeiro Consolador.

Bezerra de Menezes encerrou suas atividades terrestres em 11 de abril de 1900. Não cessaram, entretanto suas atividades evangélicas, uma vez que na Pátria Espiritual ele nos continua amando e servindo:

• Recomendando, com insistência, a união dos adeptos da Doutrina, todos subordinados ao regime do amor ao próximo.
• Estimulando o fortalecimento de obras assistenciais, pela contribuição generosa de alimentos, remédios e agasalhos, num trabalho de solidariedade humana;
• Concitando os espíritas ao estudo metódico da Doutrina e do Evangelho, não só no recinto das sociedades organizadas, como também em grupamentos familiares;
• Assistindo enfermos, esforçando-se por ampará-los com amoroso receituário e valiosa orientação, utilizando-se de médiuns evangelizados;
• Orientando, na qualidade de patrono, centenas de sociedades espíritas que se espalham pelo Brasil e pelo mundo, ostentando seu amorável nome.
• Auxiliando os divulgadores da Doutrina e do Evangelho; os médiuns devotados a Jesus, para que a palavra proferida seja luz e, através do lápis, seja consolação; os que manipulam passes; os que integram caravanas socorristas, os que se encarregam dos serviços de evangelização da criança e do jovem.

*

"É indispensável manter o Espiritismo, qual foi entregue pelos Mensageiros Divinos a Allan Kardec, sem compromissos políticos, sem profissionalismo religioso, sem personalismos deprimentes, sem pruridos de conquista a poderes terrestres transitórios."

(Bezerra de Menezes)
Baixe a Biografia resumida

EVANGELHOS APÓCRIFOS

EVANGELHOS APÓCRIFOS
Pequena localidade no Alto Egito em Nag Hammadi, aonde em 1945, o camponês Muhamad Ali Salmman, encontrou um grande pote vermelho de cerâmica, contendo treze livros de papiro encadernados em couro. No total descobriram cinqüenta e dois textos naquele sítio.



Caverna Nag Hammadi


Na primeira análise, para surpresa do Dr. Quispel, a primeira linha traduzida do copta foi: "Essas são as palavras secretas que Jesus, O Vivo, proferiu, e que seu gêmeo, Judas Tomé, anotou".
Os manuscritos, hoje conhecidos como Evangelhos Gnósticos, ou Apócrifos (Apocryphom literalmente livro secreto), revelam ensinamentos, apresentados segundo perspectivas bastante diversas daquelas dos Evangelhos Oficiais da Igreja Romana; como por exemplo este trecho atribuído a Jesus, O Vivo: "Se manifestarem aquilo que têm em si, isso que manifestarem os salvará. Se não manifestarem o que têm em si, isso que não manifestarem os destruirá."
Além dos Evangelhos (ensinamentos atribuídos a Jesus Cristo através de seus apóstolos) outros textos compõe o legado de Nag Hammadi, de cunho teológico e filosófico.
Os papiros encontrados em Nag Hammadi, tinham cerca de 1.500 anos, e eram traduções em copta de manuscritos ainda mais antigos feitos em grego e na língua do Novo Testamento, como constatou-se, ao verificar que parte destes manuscritos tinham sido encontrados em outros locais, como por exemplo alguns fragmentos do chamado Evangelho de Tomé. As datas dos textos originais estão estimadas entre os anos 50 e 180, pois em 180, Irineu o bispo ortodoxo de Lyon, declarou que os hereges "dizem possuir mais evangelhos do que os que realmente existem".



Manuscritos Nag Hammadi


Acredita-se que os manuscritos foram enterrados por volta do século IV, quando na época da conversão do imperador Constantino, os bispos cristãos, passaram ao poder e desencadearam uma campanha contra as heresias. Então, algum monge do mosteiro de São Pacômio, nas cercanias de Nag Hammadi, tomou os livros proibidos e os escondeu no pote de barro, onde permaneceram enterrados por 1.600 anos !
Comentário:
Os Evangelhos Apócrifos mostram uma versão diferente das enunciadas pela Igreja Católica na questão sobre Jesus Cristo em sua vida é em seus ensinamentos.
Os Evangelhos Apócrifos eram aceitos por diversas comunidades católicas de todo o Império Romano e a definição dos evangelhos que seriam verdadeiros e os tidos apócrifos começaram com o Imperador Constantino(272-337) e terminaram com o Decreto Gelasiano(492-496).
O Fundamentalismo religiosa da Igreja Católica varreu e queimou grande parte destes evangelhos tidos como apócrifos e perseguiu implacavelmente no decorrer dos séculos os ensinamentos que eram contra a Cúria Romana.
Acredito que as palavras do Nazareno foram sufocadas pelo imediatismo ou pela política dos poderosos de todas épocas, aonde a bíblia e seus escritos tinham que se amoldar a Teologia dominante da Igreja Católica, mais os ecos da verdade que são representados pelo Sermão da Montanha, representam a essência das palavras de Jesus Cristo de Nazaré.



Textos Introdutórios dos Evangelhos Apócrifos
1 - Manuscritos do Mar Morto
2 - Um Breve Resumo histórico dos Evangelhos Apócrifos
3 - Decreto Gelasiano - Condenação dos Apócrifos
4 - Livro - Os Evangelhos Perdidos
5 - Relação Total dos Evangelhos Apócrifos
Baixe agora
Baixe aqui os 54 texto (livro) do Evangelhos Apócrifos

A Bíblia



ANTIGO TESTAMENTO
É O
NOVO TESTAMENTO


A palavra grega Bíblia, em plural, deriva do grego bíblos ou bíblion (βίβλιον) que significa "rolo" ou "livro". Bíblion, no caso nominativo plural, assume a forma bíblia, significando "livros". No latim medieval, bíblia é usado como uma palavra singular.
- O Antigo Testamento contém a história do povo hebreu. Seus escritos foram compostos durante um período de mais de mil anos, até aproximadamente o final do século III a.C. Outras civilizações, como a egípcia e a babilônica, produziram também seus escritos religiosos e históricos, mas apenas os hebreus os reuniram em uma antologia sagrada. O resultado foi um épico religioso tão respeitado, que atravessou séculos e chegou aos nossos dias ainda sendo estudado e analisado por religiosos, historiadores e estudiosos do pensamento humano. O conhecimento da história do povo hebreu é de fundamental importância para se compreender a história do cristianismo e sua evolução.- O Novo Testamento embora não se tenham nenhum dos documentos originais, mas tão somente manuscritos dos séculos posteriores, de modo geral acredita-se que os livros do Novo Testamento teriam sido escritos no século I da era comum.

As datas exatas de escrita dos livros propostas por pesquisadores possuem variações. Alguns consideram que o Novo Testamento praticamente completo (com exceção de Apocalipse) já estava escrito antes do ano 70, com alguns livros tendo sido escritos apenas alguns anos após os eventos que narram. De outro lado estão pesquisadores que consideram que todos os livros do Novo Testamento foram escritos bem depois dos acontecimentos relativos à morte de Jesus.

Os 27 livros do Novo Testamento foram escritos por vários autores em várias épocas e lugares. Ao contrário do Velho Testamento, o Novo foi escrito em um curto espaço de tempo, durante um século ou um pouco mais. A seguir, uma lista dos livros do Novo Testamento, seguidos pelos autores que a tradição, baseada no testemunho dos pais apostólicos, costuma atribuir.A palavra Evangelho significa "Boa Nova", e refere-se ao nascimento do Messias prometido. Os Evangelhos focam a vida, morte, e ressurreição de Jesus, bem como os seus ensinamentos.


Baixe agora

Coleção “A Vida no Mundo Espiritual”: Livro nº XIII - E a Vida Continua...


Tem como tema principal a condição mental dos habitantes da espiritualidade, apresentando o retrato espiritual da criatura ao desencarnar, com o objetivo de demonstrar que a vivência dos habitantes do Além está relacionada com sua condição mental.
Ensina a prática do auto-exame na certeza de que a vida continua plena de esperança e trabalho, progresso e realização, ajustada às leis de Deus, com vistas a preparar cada alma para o que virá depois da morte.
Em 26 capítulos, traz a história de personagens reais que, desencarnados, deparam-se com o amparo dos amigos espirituais, incentivando a renovação por intermédio do estudo e do trabalho, preparando-os para rever sua vida e traçar novas diretrizes.
*
"A felicidade pode exibir-se, passear, falar e comunicar-se na vida externa, mas reside com endereço exato na consciência tranqüila."
Espírito de André Luiz
Baixe agora

Coleção “A Vida no Mundo Espiritual”: Livro nº XII - Sexo e Destino


Que efeito terão para o espírito imortal em sua vida futura, em seu destino, suas experiências sexuais e sua conduta, quando encarnado?
Este livro objetiva afirmar a aplicação da lei de causa e efeito na retificação do caminho evolutivo. Apresenta 28 capítulos divididos em duas partes: a primeira, psicografada por Waldo Vieira e a segunda por Francisco Cândido Xavier.
O leitor encontrará neste livro respostas às suas indagações sobre o relacionamento sexual humano, com as implicações na vida do espírito imortal, possibilitando-lhe que "aprenda com a biblioteca da experiência".
Sexo e destino, amor e consciência, liberdade e compromisso, alcoolismo, culpa e resgate, lar e reencarnação são, dentre outros, os temas abordados nesta obra.
*
"A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros."
Espírito de André Luiz
Baixe agora

Coleção “A Vida no Mundo Espiritual”: Livro nº XI - Mecanismos da Mediunidade


Apresenta o estudo e a explicação espírita da mediunidade à luz da ciência. Oferece aos médiuns e estudiosos do tema os recursos para a compreensão de complexas questões da física e da fisiologia que, inteligentemente, vão sendo relacionados com os inúmeros aspectos da mediunidade.
Destaca que, além dos conhecimentos necessários, surgem os impositivos da disciplina e da responsabilidade como fatores de aprimoramento das criaturas que se devotam ao intercâmbio com o mundo maior, dentro dos princípios do evangelho à luz da doutrina espírita.
Traz, em 26 capítulos, conceitos sobre energia, átomo, onda mental, química nuclear, reflexos condicionados, ideoplastia, psicometria e obsessão, dentre outros.
*
"Observa-te nas manifestações perante os amigos: Trazes o Evangelho mais vivo nas atitudes?"
Espírito de André Luiz
Baixe agora